UP BROTHERS

O nome já indica: o Up Brothers nasceu familiar, do interesse dos irmãos Rick Renan (vocais e guitarra) e Guilherme Renan (bateria) pela música.
Apesar de a ideia de tocar ter nascido em 1999, só dez anos depois, a banda – hoje um quarteto – conseguiu lançar o primeiro EP, Dias em Claro.
O trabalho do grupo paulistano dispensa apresentações: rock direto, riffs sem grandes firulas e um toque de synthpop em algumas canções. Quem mora em grandes cidades deve se identificar, vide a pensativa faixa “Meu Lugar” (“Essa cidade vai além do que eu posso enxergar/ Por vezes eu me perguntei se esse é o meu lugar”).
Moradores de São Paulo, então, têm nas composições dos irmãos Renan quase que uma trilha sonora pro dia-a-dia (há referências à rua Teodoro Sampaio em “Dolores”, um rockabilly perfeito para dançar, como boa parte do repertório da banda).
A vida noturna nos centros urbanos, as dúvidas sobre o futuro, a busca por diversão: tudo está ali, ora com ecos de britpop – ao vivo, a banda faz covers de bandas como Kaiser Chiefs –, ora com a simplicidade irresistível do garage rock.

O nome já indica: o Up Brothers nasceu familiar, do interesse dos irmãos Rick Renan (vocais e guitarra) e Guilherme Renan (bateria) pela música.<br />
Apesar de a ideia de tocar ter nascido em 1999, só dez anos depois, a banda – hoje um quarteto – conseguiu lançar o primeiro EP, Dias em Claro.<br />
O trabalho do grupo paulistano dispensa apresentações: rock direto, riffs sem grandes firulas e um toque de synthpop em algumas canções. Quem mora em grandes cidades deve se identificar, vide a pensativa faixa “Meu Lugar” (“Essa cidade vai além do que eu posso enxergar/ Por vezes eu me perguntei se esse é o meu lugar”).<br />
Moradores de São Paulo, então, têm nas composições dos irmãos Renan quase que uma trilha sonora pro dia-a-dia (há referências à rua Teodoro Sampaio em “Dolores”, um rockabilly perfeito para dançar, como boa parte do repertório da banda).<br />
A vida noturna nos centros urbanos, as dúvidas sobre o futuro, a busca por diversão: tudo está ali, ora com ecos de britpop – ao vivo, a banda faz covers de bandas como Kaiser Chiefs –, ora com a simplicidade irresistível do garage rock.
  • UP BROTHERS

    UP BROTHERS O nome já indica: o Up Brothers nasceu familiar, do interesse dos irmãos Rick Renan (vocais e guitarra) e Guilherme Renan (bateria) pela música.

    ver mais
  • CABANA CAFÉ

    CABANA CAFÉ Talvez a mistura sonora do Cabana Café se deva ao fato de os sete integrantes da banda morarem juntos

    ver mais
  • INKY

    INKY Nem parece que a Inky tem menos de dois anos de vida. O quarteto paulistano celebra a new wave e o electro rock com bateria, baixo marcado, programações e vocais masculinos e femininos.

    ver mais
  • R.SIGMA

    R.SIGMA Sinto que estou virando algo complicado, mas levo até o horizonte para observar/ (...)

    ver mais
  • Nevilton

    Nevilton Power trio que veio de longe para cair nas casas de shows do eixo Rio-São Paulo, o Nevilton foi batizado em homenagem.......

    ver mais
  • CABEZA DE PANDA

    CABEZA DE PANDA O nome é curioso, mas não mais que o som desta banda do Rio de Janeiro.

    ver mais
  • Dead Lover’s<br />Twisted Heart

    Dead Lover’s
    Twisted Heart
    Seria covardia classificar este quarteto de Belo Horizonte como uma banda de folk, ainda que o gênero tenha uma influência direta no grupo. Formado em 2005...

    ver mais
  • MILOCOVIK

    MILOCOVIK Música e imagem em uma relação indissociável: é assim que o quarteto paulistano Milocovik produz arte.

    ver mais
  • THE CLEANERS

    THE CLEANERS “Despretensão”: esse é o lema do quarteto paulista de The Cleaners. Formada há pouco mais de cinco anos....

    ver mais