TONY TORNADO

Com sua imagem imponente e sua empatia ainda maior, Tony Tornado faz parte da cultura popular brasileira. Como ator, na pele de Rodésio, em Roque Santeiro, ou como cantor, mostrando o melhor do soul e funk em solo brasileiro, Antônio Viana Gomes é um artista autêntico e cheio de personalidade.

Nascido no pequeno município de Mirante do Paranapanema, ele fugiu para o Rio de Janeiro com 11 anos de idade. Foi engraxate e vendedor de amendoins. Lutou no Canal de Suez. Voltou ao Rio e, nos anos 1960, começou sua carreira com o nome de Tony Checker, menção ao ídolo Chubby Checker, dublando e dançando no programa Hoje é Dia de Rock.

Nos anos 1960, morou em Nova York, onde conheceu Tim Maia. A experiência nova-iorquina marcaria sua personalidade, consciência e estilo musical. Lá, descobriu o funk, o soul, o movimento pela igualdade racial e os Black Panthers. De volta ao Brasil na década de 1970, assumiu o nome artístico Tony Tornado, influenciado por James Brown. Com suas roupas coloridas e cabelo estilo black power, chegou a ser interrogado pelo DOPS, órgão da ditadura militar brasileira. Em seus shows, reproduziu o gingado que aprendeu com os mestres da black music americana.

Seus 82 anos de idade são mera formalidade. Tony Tornado continua com sua voz e gingado intactos. Sua entrega à música só aumentou durante todo esse tempo.

Com sua imagem imponente e sua empatia ainda maior, Tony Tornado faz parte da cultura popular brasileira. Como ator, na pele de Rodésio, em Roque Santeiro, ou como cantor, mostrando o melhor do soul e funk em solo brasileiro, Antônio Viana Gomes é um artista autêntico e cheio de personalidade.<br />
<br />
Nascido no pequeno município de Mirante do Paranapanema, ele fugiu para o Rio de Janeiro com 11 anos de idade. Foi engraxate e vendedor de amendoins. Lutou no Canal de Suez. Voltou ao Rio e, nos anos 1960, começou sua carreira com o nome de Tony Checker, menção ao ídolo Chubby Checker, dublando e dançando no programa Hoje é Dia de Rock.<br />
<br />
Nos anos 1960, morou em Nova York, onde conheceu Tim Maia. A experiência nova-iorquina marcaria sua personalidade, consciência e estilo musical. Lá, descobriu o funk, o soul, o movimento pela igualdade racial e os Black Panthers. De volta ao Brasil na década de 1970, assumiu o nome artístico Tony Tornado, influenciado por James Brown. Com suas roupas coloridas e cabelo estilo black power, chegou a ser interrogado pelo DOPS, órgão da ditadura militar brasileira. Em seus shows, reproduziu o gingado que aprendeu com os mestres da black music americana.<br />
<br />
Seus 82 anos de idade são mera formalidade. Tony Tornado continua com sua voz e gingado intactos. Sua entrega à música só aumentou durante todo esse tempo.
  • JORGE MAUTNER

    JORGE MAUTNER Jorge Mautner é inclassificável: uma energia artística pura, que flui através de palavras.

    ver mais
  • JARDS MACALÉ

    JARDS MACALÉ Um dos maiores violonistas do Brasil, Macalé é um radical livre. Sua criatividade o levou a criar músicas ímpares.

    ver mais
  • TONY TORNADO

    TONY TORNADO Com sua imagem imponente e sua empatia ainda maior, Tony Tornado faz parte da cultura popular brasileira.

    ver mais
  • Luiz Melodia

    Luiz Melodia Prestes a completar 50 anos de carreira, Luiz Melodia continua criando imensamente e envolvendo fãs da música.

    ver mais
  • Elza Soares

    Elza Soares Com mais de 50 anos de carreira, a cantora continua encantando plateias dentro e fora do país.

    VER MAIS
  • WILSON DAS NEVES

    WILSON DAS NEVES Lendário baterista da música popular brasileira, Wilson das Neves começou a tocar em conjuntos nos anos 1950.

    VER MAIS
  • TULIPA RUIZ

    TULIPA RUIZ Tulipa Ruiz tem um timbre de voz único e presença de palco cativante ao interpretar.

    ver mais
  • DORGAS

    DORGAS A insatisfação de quatro garotos do Rio serviu de combustível pra tentar buscar um novo caminho pra música brasileira.

    ver mais
  • FORGOTTEN BOYS

    FORGOTTEN BOYS Forgotten Boys são os radicais livres necessários na cena musical brasileira dos anos 1990.

    ver mais
  • Karol Conka

    Karol Conka Karol Conka põe sua sensibilidade na ponta da língua para criar rimas que constroem um mundo fabuloso.

    ver mais
  • Garotas Suecas

    Garotas Suecas Garotas Suecas é uma banda que combina temperos regionais com ingredientes importados para criar uma sonoridade global e, ao mesmo tempo, genuinamente brasileira.

    VER MAIS
  • Emicida

    Emicida Um dos artistas mais prolíficos da nova geração do rap nacional.

    ver mais

Este website ou ferramentas de terceiros utilizadas pelo próprio site fazem uso de cookies necessários ao funcionamento e são úteis para os objetivos ilustrados na política de cookies, incluindo a possibilidade de enviar a sua publicidade de acordo com os seus interesses. Se quiser saber mais ou recusar a permissão a todos ou a alguns dos cookies, consulte a política de cookies.
Ao fechar este banner, rolar esta página, clicar num link ou continuar a navegar de qualquer outra forma, concordará na utilização destes cookies.